15 de novembro, 2019

Entrar | Criar uma conta.

Ikkyuu Nyuukon - Only My Oppai Soul - Cap. 07

5 de Novembro de 2019
imagem de Darkstalkers
Seu voto: Nenhum Média: 9.7 (3 votos)
26 Páginas
  • Preto e Branco
  • Tamanho: 10 MB
    Autor: Goban
    Traduzido por: Ninjaboy

    Comentários

    imagem de zonebutsuji72

    Hi sexy guy I loved two things, men and to socialize, it's full of men here, who gives me the other pleasure >> http://fuckapp.club

    imagem de elfa2222

    Grupo de ❤Hentais e Cosplays❤24h
    Venha Conhecer Pessoas que Gostam e Curtem de Hentais e Cosplays. (^-^)/

    https://chat.whatsapp.com/Fs5LBsN7IZQEb9NhFzJv7N
    https://chat.whatsapp.com/Fs5LBsN7IZQEb9NhFzJv7N

    imagem de DiegoVPR

    1. Pratique exercícios
    Quer manter a saúde em dia? A regra é clara: exercite-se regularmente! Ao praticar alguma atividade física de três a cinco vezes por semana você fica menos estressado, controla seu peso e reduz o risco de desenvolver câncer e outras doenças crônicas, como pressão alta.

    Mesmo quem tem restrições de saúde e não pode praticar exercícios mais pesados pode caminhar, fazer pilates ou alguma outra atividade de baixo impacto. Para fazer efeito, é essencial ter em mente são necessários, pelo menos, 150 minutos de exercício por semana.

    Outro ponto importante: antes de se matricular na academia não deixe de consultar um cardiologista e/ou clínico geral para se certificar que não tem nenhuma restrição para a prática de exercícios.

    2. Alimente-se bem
    De nada adianta praticar exercícios físicos regularmente se você não prestar atenção no que coloca no prato. Para manter a saúde em dia, é importante buscar uma alimentação equilibrada, que tenha, pelo menos, cinco porções de legumes, verduras e frutas todos os dias. Grãos e cereais integrais, assim como o feijão, não podem ficar de fora da sua dieta. Por fim, tente comer menos gordura, principalmente animal, e controlar suas porções de açúcar e sal.

    Um outro alerta: alimentar-se bem passa também por não pular refeições durante o dia. O café da manhã é especialmente importante. Ao comer bem logo cedo você evita a tentação de ingerir calorias extras ao longo do dia. Capriche na primeira refeição e garanta que seu organismo terá energia suficiente para encarar as próximas horas sem problemas.

    3. Não se esqueça da hidratação
    Manter o corpo hidratado é passo importante para garantir seu bom funcionamento. O ideal é beber, pelo menos, dois litros de água por dia. Quer variar? Água de coco e sucos podem ser alternativas interessantes, mas lembre-se de que a água pura deve ser sempre sua principal fonte de hidratação.

    Bebidas como refrigerantes (inclusive, os light e diet) devem ficar fora do cardápio. Além de não oferecerem nenhum tipo de nutriente para o corpo, essas opções também são ricas em substâncias que podem fazer mal para seu organismo, como conservantes, corantes e sódio. Surgiu uma vontade irresistível de tomar uma bebida gasosa? Opte pela água com gás, de preferência de fontes naturais.

    4. Previna-se!
    Quando o assunto é saúde, a velha máxima que diz que prevenir é melhor do que remediar é mais do que verdadeira. O ideal é pensar à frente e reduzir os gastos com saúde que terá no futuro com remédios e afins. Considere a possibilidade de adquirir produtos como seguro de vida e, assim, evitar ficar gastando um pouco sempre, no longo prazo.

    Um seguro de vida, além de proteger financeiramente as pessoas que são mais importantes para você, ainda oferecem uma série de adicionais para quem o contrata. Dependendo do produto escolhido, é possível desfrutar de serviços de prevenção, como orientação nutricional e acompanhamento de índices como IMC, pressão arterial etc.

    5. Tenha atenção ao sono
    Dormir bem é essencial para manter o sistema imunológico em dia. A quantidade de horas de sono necessária varia de pessoa para pessoa, mas o ideal é de 7 a 9 horas de sono por dia. Para garantir uma noite de qualidade, fique atento a pontos como densidade do seu colchão, qualidade do travesseiro, luminosidade e temperatura do quarto.

    Para ter uma boa noite de sono, evite assistir televisão ou mexer no celular antes de dormir. Bebidas como café também devem ser evitadas. Dê preferência para um chá relaxante. Outro ponto importante: não deixe de jantar! Dê preferência para opções leves, como uma sopa, mas não abra mão de comer alguma à noite. Assim, você evita acordar com uma fome descomunal pela manhã porque dormiu de barriga vazia.

    6. Evite hábitos nocivos
    Fumar e beber em excesso são hábitos que podem comprometer todos os seus esforços para manter a saúde em dia. Ao ser ingerido em demasia, o álcool pode atrapalhar sua concentração, além de sobrecarregar o fígado. Não é preciso abrir mão da taça de vinho no jantar. No entanto, beber em excesso deve ser evitado a todo custo, mesmo em ocasiões especiais, como uma viagem em família.

    Já em relação ao fumo não tem meio termo: parar é passo essencial para manter a saúde em dia. Um simples cigarro tem mais de 4,7 mil substâncias tóxicas. Além disso, câncer de pulmão, boca, esôfago e garganta tem ligação direta com o tabaco. Mesmo fumantes passivos devem ficar alertas: a convivência direta com quem fuma aumenta suas chances de desenvolver problemas respiratórios e, até mesmo, algum tipo de câncer.

    7. Pratique sexo seguro
    Fazer sexo regularmente não só é uma delícia, como também faz bem para a saúde. Sim, manter relações sexuais constantes é bom, no entanto, é preciso que o sexo, além de gostoso, seja seguro. Ao não abrir mão da camisinha você evita uma gravidez indesejada e previne doenças como o HIV e o HPV, que pode levar ao câncer de colo de útero.

    Além de usar preservativo em todas as relações sexuais, é importante que as mulheres realizem anualmente exames ginecológicos de rotina, como papanicolau e ultrassonografia transvaginal. Já homens a partir dos 50 anos devem visitar todo ano seu médico urologista.

    Na dúvida sobre como manter a saúde em dia? Siga essas 7 cuidados essenciais e garanta uma vida mais saudável! Prevenir é sempre melhor do que remediar. Não se esqueça!

    Gostou deste conteúdo? Não deixe de ler também como doenças graves aumentam a procura por seguro de vida.

    imagem de DiegoVPR

    1. Pratique exercícios
    Quer manter a saúde em dia? A regra é clara: exercite-se regularmente! Ao praticar alguma atividade física de três a cinco vezes por semana você fica menos estressado, controla seu peso e reduz o risco de desenvolver câncer e outras doenças crônicas, como pressão alta.

    Mesmo quem tem restrições de saúde e não pode praticar exercícios mais pesados pode caminhar, fazer pilates ou alguma outra atividade de baixo impacto. Para fazer efeito, é essencial ter em mente são necessários, pelo menos, 150 minutos de exercício por semana.

    Outro ponto importante: antes de se matricular na academia não deixe de consultar um cardiologista e/ou clínico geral para se certificar que não tem nenhuma restrição para a prática de exercícios.

    2. Alimente-se bem
    De nada adianta praticar exercícios físicos regularmente se você não prestar atenção no que coloca no prato. Para manter a saúde em dia, é importante buscar uma alimentação equilibrada, que tenha, pelo menos, cinco porções de legumes, verduras e frutas todos os dias. Grãos e cereais integrais, assim como o feijão, não podem ficar de fora da sua dieta. Por fim, tente comer menos gordura, principalmente animal, e controlar suas porções de açúcar e sal.

    Um outro alerta: alimentar-se bem passa também por não pular refeições durante o dia. O café da manhã é especialmente importante. Ao comer bem logo cedo você evita a tentação de ingerir calorias extras ao longo do dia. Capriche na primeira refeição e garanta que seu organismo terá energia suficiente para encarar as próximas horas sem problemas.

    3. Não se esqueça da hidratação
    Manter o corpo hidratado é passo importante para garantir seu bom funcionamento. O ideal é beber, pelo menos, dois litros de água por dia. Quer variar? Água de coco e sucos podem ser alternativas interessantes, mas lembre-se de que a água pura deve ser sempre sua principal fonte de hidratação.

    Bebidas como refrigerantes (inclusive, os light e diet) devem ficar fora do cardápio. Além de não oferecerem nenhum tipo de nutriente para o corpo, essas opções também são ricas em substâncias que podem fazer mal para seu organismo, como conservantes, corantes e sódio. Surgiu uma vontade irresistível de tomar uma bebida gasosa? Opte pela água com gás, de preferência de fontes naturais.

    4. Previna-se!
    Quando o assunto é saúde, a velha máxima que diz que prevenir é melhor do que remediar é mais do que verdadeira. O ideal é pensar à frente e reduzir os gastos com saúde que terá no futuro com remédios e afins. Considere a possibilidade de adquirir produtos como seguro de vida e, assim, evitar ficar gastando um pouco sempre, no longo prazo.

    Um seguro de vida, além de proteger financeiramente as pessoas que são mais importantes para você, ainda oferecem uma série de adicionais para quem o contrata. Dependendo do produto escolhido, é possível desfrutar de serviços de prevenção, como orientação nutricional e acompanhamento de índices como IMC, pressão arterial etc.

    5. Tenha atenção ao sono
    Dormir bem é essencial para manter o sistema imunológico em dia. A quantidade de horas de sono necessária varia de pessoa para pessoa, mas o ideal é de 7 a 9 horas de sono por dia. Para garantir uma noite de qualidade, fique atento a pontos como densidade do seu colchão, qualidade do travesseiro, luminosidade e temperatura do quarto.

    Para ter uma boa noite de sono, evite assistir televisão ou mexer no celular antes de dormir. Bebidas como café também devem ser evitadas. Dê preferência para um chá relaxante. Outro ponto importante: não deixe de jantar! Dê preferência para opções leves, como uma sopa, mas não abra mão de comer alguma à noite. Assim, você evita acordar com uma fome descomunal pela manhã porque dormiu de barriga vazia.

    6. Evite hábitos nocivos
    Fumar e beber em excesso são hábitos que podem comprometer todos os seus esforços para manter a saúde em dia. Ao ser ingerido em demasia, o álcool pode atrapalhar sua concentração, além de sobrecarregar o fígado. Não é preciso abrir mão da taça de vinho no jantar. No entanto, beber em excesso deve ser evitado a todo custo, mesmo em ocasiões especiais, como uma viagem em família.

    Já em relação ao fumo não tem meio termo: parar é passo essencial para manter a saúde em dia. Um simples cigarro tem mais de 4,7 mil substâncias tóxicas. Além disso, câncer de pulmão, boca, esôfago e garganta tem ligação direta com o tabaco. Mesmo fumantes passivos devem ficar alertas: a convivência direta com quem fuma aumenta suas chances de desenvolver problemas respiratórios e, até mesmo, algum tipo de câncer.

    7. Pratique sexo seguro
    Fazer sexo regularmente não só é uma delícia, como também faz bem para a saúde. Sim, manter relações sexuais constantes é bom, no entanto, é preciso que o sexo, além de gostoso, seja seguro. Ao não abrir mão da camisinha você evita uma gravidez indesejada e previne doenças como o HIV e o HPV, que pode levar ao câncer de colo de útero.

    Além de usar preservativo em todas as relações sexuais, é importante que as mulheres realizem anualmente exames ginecológicos de rotina, como papanicolau e ultrassonografia transvaginal. Já homens a partir dos 50 anos devem visitar todo ano seu médico urologista.

    Na dúvida sobre como manter a saúde em dia? Siga essas 7 cuidados essenciais e garanta uma vida mais saudável! Prevenir é sempre melhor do que remediar. Não se esqueça!

    Gostou deste conteúdo? Não deixe de ler também como doenças graves aumentam a procura por seguro de vida.

    imagem de DiegoVPR

    1. Comer demais
    Estar de barriga cheia nestes momentos atrapalha a relação íntima, pois além de haver risco de produção de gases, regurgitação e mal estar abdominal, o corpo gasta muita energia para a digestão, causando a sensação de cansaço e indisposição.

    2. Exagerar na bebida
    A bebida alcoólica em excesso, além de diminuir a sensibilidade e a atenção, pode causar mais dificuldade para atingir o orgasmo, porque inibe os estímulos da excitação.

    3. Comer certos tipos de alimento
    Comer alimentos como leite, queijo ou frituras e gorduras facilita a produção de odores e gases, além de causar uma digestão mais lenta e difícil. Comidas embutidas, enlatadas e salgadas atrapalham a circulação do sangue pelo corpo, o que pode diminuir o estímulo para o contato íntimo e dificultar a ereção no homem.

    Além disto, alimentos muito cítricos, picantes ou ácidos podem alterar o sabor da lubrificação íntima, principalmente na mulher, além de poder causar alguma irritação na região genital do parceiro.

    4. Usar alimentos nos preliminares
    Utilizar doces, como chocolate líquido ou frutas e verduras durante o preliminares, pode alterar o pH da região íntima, principalmente da mulher, aumentando o risco de candidíase e outras infecções, assim como irritações no local.

    5. Ter descuido com a higiene
    Descuidos com a higiene que provocam odores pelo corpo ou mau hálito, atrapalham qualquer relação, e podem ser suficientes para acabar com a vontade do parceiro ou parceira. Por isto, além de um bom banho, ter uma boa higiene bucal e usar roupas íntimas limpas são fundamentais para causar uma boa impressão ao parceiro e ter uma relação íntima mais prazerosa.

    6. Tomar anti-histamínicos
    Alguns medicamentos podem ter em sua composição princípios ativos que causam sono, como é o caso de anti-histamínicos, por exemplo, que podem atrapalhar a relação intima e deixar a pessoa sonolenta.

    7. Estar muito ansioso ou preocupado
    Preocupações financeiras, estresse e ansiedade por alguma situação do dia-a-dia podem atrapalhar a relação íntima, pois impedem que a pessoa relaxe e sinta prazer, além de causar dificuldade para ter uma ereção, nos homens.

    8. Fazer depilação íntima
    Fazer a depilação no mesmo dia da relação além de poder causar dor e irritação, devido à sensibilidade aumentada, pode provocar feridas que aumentam as chances de infecção por doenças sexualmente transmissíveis.

    imagem de DiegoVPR

    1. Comer demais
    Estar de barriga cheia nestes momentos atrapalha a relação íntima, pois além de haver risco de produção de gases, regurgitação e mal estar abdominal, o corpo gasta muita energia para a digestão, causando a sensação de cansaço e indisposição.

    2. Exagerar na bebida
    A bebida alcoólica em excesso, além de diminuir a sensibilidade e a atenção, pode causar mais dificuldade para atingir o orgasmo, porque inibe os estímulos da excitação.

    3. Comer certos tipos de alimento
    Comer alimentos como leite, queijo ou frituras e gorduras facilita a produção de odores e gases, além de causar uma digestão mais lenta e difícil. Comidas embutidas, enlatadas e salgadas atrapalham a circulação do sangue pelo corpo, o que pode diminuir o estímulo para o contato íntimo e dificultar a ereção no homem.

    Além disto, alimentos muito cítricos, picantes ou ácidos podem alterar o sabor da lubrificação íntima, principalmente na mulher, além de poder causar alguma irritação na região genital do parceiro.

    4. Usar alimentos nos preliminares
    Utilizar doces, como chocolate líquido ou frutas e verduras durante o preliminares, pode alterar o pH da região íntima, principalmente da mulher, aumentando o risco de candidíase e outras infecções, assim como irritações no local.

    5. Ter descuido com a higiene
    Descuidos com a higiene que provocam odores pelo corpo ou mau hálito, atrapalham qualquer relação, e podem ser suficientes para acabar com a vontade do parceiro ou parceira. Por isto, além de um bom banho, ter uma boa higiene bucal e usar roupas íntimas limpas são fundamentais para causar uma boa impressão ao parceiro e ter uma relação íntima mais prazerosa.

    6. Tomar anti-histamínicos
    Alguns medicamentos podem ter em sua composição princípios ativos que causam sono, como é o caso de anti-histamínicos, por exemplo, que podem atrapalhar a relação intima e deixar a pessoa sonolenta.

    7. Estar muito ansioso ou preocupado
    Preocupações financeiras, estresse e ansiedade por alguma situação do dia-a-dia podem atrapalhar a relação íntima, pois impedem que a pessoa relaxe e sinta prazer, além de causar dificuldade para ter uma ereção, nos homens.

    8. Fazer depilação íntima
    Fazer a depilação no mesmo dia da relação além de poder causar dor e irritação, devido à sensibilidade aumentada, pode provocar feridas que aumentam as chances de infecção por doenças sexualmente transmissíveis.